Opus Dei: O que é o Opus Dei?

O Opus Dei atualmente é dirigido por Monsenhor Fernando Ocáriz, que teve sua eleição confirmada pelo Papa Francisco em 23 de janeiro de 2017.

Opus Dei (do latim obra de Deus) é parte da Igreja Católica e compartilha a mensagem alegre de que todos podem ser felizes, que cada pessoa ao usar sua liberdade pode se desenvolver integralmente e ajudar as outras pessoas a também se desenvolverem. Em termos cristão isso se chama “santidade” e segue a linha do ensinamento de Jesus Cristo “Sede perfeitos como vosso Pai Celeste é perfeito” (Mateus 5:48). O Opus Dei é chamado por muitas pessoas simplesmente de Obra e sua sede central é em Roma, próximo do Vaticano.

A Igreja Católica e o Opus Dei

O Opus Dei foi fundado em 2 de outubro de 1928 por São Josemaria Escrivá em Madri na Espanha e desde então foi ampliando o alcance da sua mensagem de amor Deus ao próximo no meio da vida diária, mesmo em circunstâncias históricas turbulentas como a Guerra Civil Espanhola e a Segunda Guerra Mundial.

Essa mensagem de vivência do amor no meio do mundo, não somente por padres e freiras, mas por todas pessoas (jovens, mulheres e homens, enfermos e pessoas com saúde, de todas as profissões e idades) sempre contou com aprovação de autoridades da Igreja Católica, de bispos e de papas. Muitos bispos dos cinco continentes contam com a ajuda da Obra nas iniciativas de formação católica, atividades sociais e culturais para pessoas de todas as classes sociais. Atualmente a Obra está presente em mais de 60 países e a configuração jurídica dentro da Igreja Católica no Código de Direito Canônico é Prelazia Pessoal.

Consciência de filhos de Deus muito amados por seu Pai

Uma mensagem fundamental da Obra é que todos podemos viver com paz e alegria em cada dia da nossa vida, mesmo quando as coisas não dão certo, porque acima de tudo Deus é um Pai amoroso que nos ajuda a recomeçar com esperança e renovado otimismo para enfrentar os pequenos e grandes desafios da trajetória de cada pessoa. Essa mensagem tem uma grande relação com o que o Papa Francisco tem repetido muitas vezes: “Tu podes recomeçar do princípio! Porquê? Porque Ele te espera, Ele está próximo de ti, Ele ama-te, Ele é misericordioso, Ele perdoa-te, Ele dá-te força para recomeçar do princípio! A todos! Então somos capazes de reabrir os olhos, de superar tristeza e pranto e entoar um cântico novo. E esta alegria verdadeira permanece também na provação, também no sofrimento, porque não é uma alegria superficial, mas radica no profundo da pessoa que se confia a Deus e confia nele.” (Angelus, 15.12.2013)

Sentir-se um filho de Deus que é amado pelo Pai e que não está sozinho no mundo, mas faz parte de uma família espiritual que é a Igreja e a Obra, ajuda muito a para ter um “lar” para descansar, recobrar as energias e planejar o futuro com liberdade e audácia.

encontro-fieis
D. Fernando Ocáriz encontra fiéis no Rio de Janeiro

Trabalho: uma oportunidade de encontro com Deus

As pessoas hoje em dia passam a maior parte do seu tempo no ambiente de trabalho o que para alguns é um fardo, pode também ser visto como ocasião de crescimento. São Josemaria falava que o trabalho é ocasião de crescimento pessoal, crescimento profissional e também de crescimento social ao desenvolver condições melhores de vida, saúde, moradia entre outros aspectos. Além disso, o trabalho feito com amor a Deus e ao próximo dá um novo sentido a qualquer dever que cumprimos seja nossa família, na empresa, na sociedade e isso nos impulsiona a buscar se aperfeiçoar continuamente para poder ser uma pessoa melhor, ajudar as pessoas a serem melhores e também melhorar a realidade ao nosso redor. Com essa perspectiva São Josemaria Escrivá comentava:

“Aí onde estão as nossas aspirações, o nosso trabalho, os nossos amores – aí está o lugar do nosso encontro cotidiano com Cristo. É no meio das coisas mais materiais da terra que nos devemos santificar, servindo a Deus e a todos os homens. Na linha do horizonte, meus filhos, parecem unir-se o céu e a terra. Mas não: onde de verdade se juntam é no coração, quando se vive santamente a vida diária.” (homilia “Amar o mundo apaixonadamente”, 8-10-1967).

Esse modo de ver as tarefas cotidianas auxilia a importância das pequenas coisas e de cada pessoa, por exemplo, alguém que trabalha em um call center, um garçom ou um médico passa a enxergar as pessoas não só como um número, mas como alguém a ser acolhido e tratado como se fosse um irmão.

A busca da autenticidade e integridade

Na sociedade contemporânea um dos grandes desafios é a busca pela coerência conseguir viver fazer e pensar da mesma forma. Para um cristão isso consegue ser harmonizado com a unidade do fim: fazer tudo por amor. Isso simplifica muito a vida porque por mais que sejam diversas tarefas que fazemos, se nós fazemos tudo por amor a nossa vida fica menos pesada, menos caótica, sem se preocupar com um milhão de coisas que precisam ser feitas. Ao mesmo tempo essa coerência interna de viver pensar e agir como Cristo viveria no meu lugar, na minha família, no meu trabalho leva o cristão a ter uma autenticidade e integridade profundas.

Se você deseja conhecer mais sobre o Opus Dei e suas atividades de formação católica, entre em contato com o Centro Cultural Itaporã pelo telefone +55 (021) 2293-4550 e email X para marcar um dia para conversar.

adec-200-branco

O Centro Cultural Itaporã é uma unidade da ADEC,  Associação de Desenvolvimento Educativo Cultural. Entidade sem fins lucrativos fundada em 1988.